Bota ponta, Telê! (por Zeh Augusto Catalano)

Ano de 1982.

Engana-se quem pensa que a tão famosa seleção de Telê Santana era unanimidade.

Antes de ter esse programa de entrevistas no fim das noite, Jô Soares era um dos melhores humoristas do país. Ele comandou, por muitos anos, um programa humorístico chamado “Viva o gordo” – depois “Veja o gordo”, no SBT. Entre as dezenas de personagens, o “Zé da Galera”, este, do vídeo acima. Era um personagem fixo do programa. Ou seja, toda semana havia um quadro novo. O quadro consistia de um telefonema, de um orelhão, do cidadão comum para Telê Santana, técnico da seleção brasileira. Toda semana, o Zé reclamava da atuação da seleção, de algo relativo à escalação do time e,  principalmente, da completa ausência de pontas entre os 22 convocados da seleção.

O resultado final da seleção de 1982 todos conhecemos.

Não me lembro (tinha onze anos na época e, como o programa era noturno, nem sempre o assistia) como terminou a personagem. Nas minhas buscas na internet, achei vários textos, todos apontando para este exato vídeo. E uma entrevista do autor da personagem, realizada durante a Copa seguinte, de 86, na qual o Brasil foi comandado pelo mesmo Telê.

jo86

A entrevista completa pode ser lida aqui.

Nessa época, a seleção era algo bem próximo do povo. Jogava no Brasil, com jogadores do Brasil. Havia até bairrismo, com a imprensa de São Paulo escovando os cariocas e vice-versa. Tudo isso acabou. Pelo menos no atual estado das coisas.

A teimosia de Telê é famosa. Quanto de influência teve nas derrotas de 82 e 86? Bom tema para uma pesquisa mais aprofundada. Volto a esse assunto em breve.

 

One thought on “Bota ponta, Telê! (por Zeh Augusto Catalano)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *