A Seleção a um mês da Copa de 1958 (da Redação)

Em 07 de maio de 1958, há exattos 60 anos, o Brasil entrava em campo para a decisão da Taça Oswaldo Cruz, contra o Paraguai no Pacaembu. A Seleção havia vencido a primeira partida da disputa por 6 a 1 no Maracanã e, com isso, carregava uma enorme vantagem.

Numa partida marcada pela violência e empatada sem gols, o grande problema do confronto havia sido a contusão de Didi. Com suspeita de fratura, o meia poderia ficar de fora do Mundial da Suécia, o que felizmente acabou não acontecendo – Didi acabaria sendo eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 1958.

Um mês depois, após alguns amistosos, o Brasil estrearia na Copa vencendo a Áustria por 3 a 0, e começaria uma longa trajetória de glórias para o futebol brasileiro. Interessante reparar que a escalação campeã do mundo seria bem modificada em relação à decisão do Pacaembu.
Brasil 0 x 0 Paraguai – 07/05/1958
Taça Oswaldo Cruz 1958
Local: Estádio do Pacaembu – SP

Árbitro: Venceslau Zárate

Brasil: Gilmar, De Sordi, Bellini, Zózimo e Oreco; Dino Sani, Didi (Moacyr) e Dida:  Joel, Vavá e Zagallo (Canhoteiro); Técnico: Vicente Feola

Paraguai: Ramón Mayeregger, Edelmiro Arévalo, Juan Vicente Lezcano, Salvador Villalba, Elígio Echagüe (Agustín Miranda) – Ignacio Achucarro, José del Rosario Parodi – Juan Bautista Agüero, Raúl Aveiro, Cayetano Ré, Florencio Amarilla; Técnico: Aurelio González

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *